Pentagrama

O pentagrama é uma estrela de cinco pontas feita por uma linha reta que conecta os diferentes vértices. É composto por um pentágono regular mais cinco triângulos isósceles, sendo um dos símbolos mais antigos da história, tendo relação com as religiões, magia e ocultismo. Simboliza tanto o divino, como o oculto.

Trevo da sorte

Assim como o trevo de quatro folhas, o trevo de cinco folhas (que remonta um pentagrama) é simbologia de boa sorte. O trevo de cinco folhas é considerado, na tradição irlandesa, simbologia de prosperidade.

Significado do pentagrama

Na tradição inglesa, o pentagrama é também chamado de “nó dos amantes”, pois está associado à deusa do amor. Na escola pitagórica, o pentagrama era chamado Hygieia, associado à ideia da deusa grega da saúde Hygieia.

Os pitagóricos viam no pentagrama a perfeição matemática ou a proporção áurea, por isso, usavam o pentagrama para se identificarem e, com ele, assinavam cartas e comunicações. O pentagrama, neste período, significou as cinco pontas dos seres humanos: dois pés, dois braços e uma cabeça.  

Simbolismo do pentagrama

Por vezes, o pentagrama é retratado com um círculo ao redor. O primeiro registro do pentagrama na história remonta à região dos rios Tigres e Eufrates, na antiga Mesopotâmia, datando de cerca de 6 mil a.C. Foi encontrado também em escavações, na região de Israel, datando de 4 mil a.C. Entre os anos de 300 a 150 a.C, o pentagrama era o símbolo oficial da cidade de Jerusalém.

Veja também. Significado do símbolo ->  Pedra Filosofal

Simbologia do pentagrama

O pentagrama é símbolo de diferentes religiões e nações, entre elas o cristianismo, islamismo e Wicca. Entre os sumérios, a estrela de cinco pontas representava os quatro cantos do mundo e os céus; ou ainda, os cinco planetas visíveis a olho nu a noite: Júpter, Marte, Mercúrio, Saturno e Vênus.

Estrela de cinco pontas

Cada uma das cinco pontas, em cada cultura, costuma ter um significado. O número cinco é muito importante nas tradições platônica e pitagórica. Ele era associado com a deusa babilônica Ishtar e com o seu equivalente romano, Vênus.

O símbolo de ambos era o pentagrama, a estrela de cinco pontas. No maniqueísmo persa, o número cinco representa os cinco filhos do primeiro homem, os cinco elementos da luz (éter, ar, água, luz e fogo), os cinco elementos da escuridão, as cinco extremidades do corpo humano, as cinco virtudes e os cinco vícios.

Pentagrama no cristianismo

Entre as muitas conexões entre o cristianismo e o pentagrama, algumas são mais conhecidas. Ele adornou jóias, amuletos e equipamentos de guerra dos primeiros cristãos, especialmente depois que a cruz foi introduzida. É associado com as cinco feridas de Cristo.

Veja também. Significado do símbolo ->  Cavalo

Traz ainda a ideia de um desenho que se pode fazer com um único movimento de mão, alcançando início e fim (Alpha e Omega). O símbolo aparece nas lendas do reio Artur e foi usado pelos cavaleiros templários, os quais lhe atribuíam poderes místicos. Só se tornou um símbolo de heresia quando os templários foram perseguidos pela Inquisição.

Pentagrama para os hebreus

Os hebreus usam o pentagrama como o símbolo da verdade e para representar o Pentateuch, primeiro dos cinco livros das Escrituras Hebraicas.

Pentagrama para os chineses

Na cultura oriental, o pentagrama é um símbolo de poder mágico. É um diagrama do ciclo dos cinco elementos chineses: água, terra, ar, madeira, metal. É chamado, em chinês, de Wu Xing. Esse símbolo auxilia a demonstrar o ciclo que se dá entre esses elementos segundo a cultura chinesa.

Pentagrama no paganismo

No paganismo Wicca, cada uma das cinco pontas da estrela significa um dos elementos: terra, ar, fogo, água e espírito. O espírito ocupa o topo, pois é mais importante. Para o Wicca, o pentagrama é um símbolo de fé, tal como a cruz para os cristãos. Existe também a interpretação de que o pentagrama com duas pontas viradas para cima e uma ponta para baixo é simbolismo do demônio.

Veja também. Significado do símbolo ->  Triângulo

Assim, os pentagramas foram usados para evocar o demônio, como também para afastá-lo. Os alquimistas renascentistas e os mágicos usam o pentagrama como um microcosmo do corpo humano. Na mitologia pagã, o pentagrama está ligado ainda a Pan, o honrado Deus da Floresta. Os druidas celtas associavam o pentagrama com divindade, porque o número cinco era sagrada para eles.

Tatuagem de pentagrama

A tatuagem de pentagrama tem vários sentidos. É usado como representante dos quatro elementos (água, fogo, terra e ar) e mais o espírito. Pode simbolizar o infinito, pois dentro de cada pentagrama é possível fazer outro. Representa também a união dos desiguais (3 é o masculino e 2 é o feminino) ou o espírito dominando a matéria, ou inteligência dominando os instintos.