Maçã

A maçã é um dos frutos mais populares e conhecidos no mundo inteiro. Produzido pela macieira, essa fruta tem origem na Ásia Ocidental, sendo que seu cultivo é datado de milhares de anos.

Presente em várias mitologias e religiões, a maçã aparece principalmente nas tradições cristã, grega e nórdica.

Atualmente, existem mais de 7.500 plantações conhecidas desta fruta.

Significado do símbolo maçã

O símbolo da maçã é bastante associado com:

  • Vida,
  • Amor,
  • Imortalidade,
  • Fecundidade,
  • Juventude,
  • Sedução,
  • Liberdade,
  • Magia,
  • Paz,
  • Conhecimento,
  • Desejo.

A questão de ser uma fruta de formato esférico representa o símbolo do mundo. Já suas sementes simbolizam a fertilidade e espiritualidade.

Na China, por exemplo, a maçã é um presente auspicioso para ser dado em condições de paz. Isso porque sua palavra em chinês soa de forma semelhante à palavra para “paz”. No entanto, maçã pode ser antagônica também para os chineses, pois a palavra soa similar para “doença”.

Por isso, para o povo chinês, é um mau agouro levar uma maçã para uma pessoa doente.

Maçã na Bíblia

Uma simbologia da maçã aparece principalmente na Bíblia, através de Adão e Eva, que, de acordo com o livro histórico, foram os primeiros habitantes do mundo. Ambos foram ludibriados pelo diabo, que estava disfarçado de serpente, para que comessem o único fruto proibido por Deus no Jardim do Éden.

Veja também. Significado do símbolo ->  Asas

O fruto era uma maçã – comê-la fez com que Adão e Eva fossem expulsos do paraíso.

Por conta disso, a maçã é vista como um símbolo do pecado e da tentação. No entanto, além de simbolizar esse lado “mau”, de ter sido a escolha errada, a maçã ainda pode representar a liberdade ao que se busca a sabedoria, pois, ao serem expulsos do paraíso, haveria a necessidade de sobrevivência a partir da procura por conhecimento.

Em suma, a ingestão da maçã indica a possibilidade de atingir o conhecimento por meio do livre-arbítrio, ao mesmo tempo que levou ao sofrimento, por ter expulsado ambos do local divino.

Maçã na cultura celta

Para os povos celtas, o simbolismo da maçã engloba:

  • Fertilidade,
  • Magia,
  • Ciência,
  • Revelação,
  • Além,
  • Conhecimento.

Entre vários relatos sobre as viagens célticas ao Além, os imrama, conta-se sobre um herói que é atraído por uma fada, que entrega a ele um ramo de maçã, convidando-o a ir para o Outro Mundo.

Em outro imrama, conta-se a busca do herói pelos assassinos do pai, passando por uma ilha em que ele encontra uma macieira. Dela, o herói corta um ramo com três maçãs. Tais frutos saciam sua fome e dos companheiros por 40 dias sem qualquer ingestão de outro alimento.

Já em outra narrativa desta cultura, há Condle (filho do Rei Conn), herói das cem batalhas, que também se alimenta de maçãs que não se escasseam.

Veja também. Significado do símbolo ->  Água

Para os celtas, a maçã tem associação com um espaço chamado Ilha dos Bem-Aventurados, local que possui abundância e detém a imortalidade.

Maçã na mitologia grega

Para a mitologia grega, a maçã aparece na história de Héracles (Hércules para a mitologia romana). Héracles colhe três maçãs de ouro – também chamados de pomos de ouro – da Árvore da Vida, no Jardim das Hespérides.

De acordo com os gregos, a maçã é um símbolo do amor, pois é associada com Afrodite (deusa do amor, da sexualidade e da beleza). Porém, nessa situação, a maçã representa a imortalidade, pois, ao ingeri-la, a pessoa nunca mais teria fome, sede ou até mesmo enfermidades.

Além disso, na mitologia grega, a maçã é um elemento muito importante por ter sido o pomo da discórdia jogado pela deusa Éris, com a inscrição “à mais bela”, que acabou gerando a disputa entre as deusas e, como consequência, a Guerra de Tróia.

A deusa Afrodite prometeu a Páris que lhe daria o amor da mais bela mortal se ele entregasse a ela o pomo. Como um cumprimeno da promessa, Helena, esposa do herói troiano Menelau, foi raptada por Páris, sendo esse o ponto de início da guerra entre gregos e troianos que perdurou por dez anos.

Veja também. Significado do símbolo ->  Ébano

Maçã na literatura

Na literatura, a maçã também aparece como um símbolo. A mais conhecida das histórias é “Branca de Neve e os Sete Anões”, dos Irmãos Grimm – o fruto é também colocado como uma “perdição” do herói, no caso da jovem que está à procura de felicidade, que recebe de sua madrasta, transformada em anciã, uma maçã vermelha e suculenta.

Após morder a maçã, a jovem cai em um sono profundo. Para fazê-la despertar, era necessário ocorrer um beijo do verdadeiro amor (do príncipe).

Na capa do livro “Crepúsculo”, da autora Stephenie Meyer, há uma maçã sendo segurada por duas mãos pálidas, mortificadas em meio ao restante da capa em preto. Para a autora, o fruto foi escolhido por motivos religiosos, pois Meyer é evangélica e estudiosa da Bíblia, dizendo simbolizar a maçã como um portal de escolhas onde a pessoa pode decidir se quer ou não mudar sua vida.