Xadrez

Xadrez é um jogo de tabuleiro com origem na Pérsia e na Índia e teve seu formato definitivo como conhecemos hoje na Europa.

Simboliza, esotericamente, a luta do homem com ele mesmo, espiritualmente, o lado branco contra o lado negro. O lado da luz contra o lado das trevas.

xadrez símbolos

O xadrex é o símbolo da luta pelo equilíbrio interior. As cores pretas e brancas da simbologia do xadrez representam ainda o Yin Yang asiático, que significa a dualidade do mundo e de tudo que nele existe. Homem e mulher, luz e trevas, dia e noite, positivo e negativo.

Veja também o significado do símbolo Yin Yang.

Também significa a desigualdade social, posto que as peças do xadrez ocupam posições de mais ou menos destaque e possuem movimentos mais ou menos importantes.

Simboliza ainda o valor do sacrifício, pois é muito comum, numa partida de xadrez, o jogador ter de sacrificar peças para tentar ganhar a partida. Ou, em outras palavras, é uma lição moral na qual é melhor perder a batalha naquele momento do que perder a guerra.

O fim do jogo de xadrez é o xeque-mate, expressão árabe que significa “o rei está morto”. E tal jogada fatal só pode ser realizada por duas peças, então pode-se dizer que o xadrez simboliza também que ninguém ganhar uma guerra sozinho. Que as batalhas da vida devem ter apoio de pelo menos outra parte para se conseguir vencê-las.

Veja também. Significado do símbolo ->  Cobra

Peças do xadrez

O xadrez possui diferentes peças, sendo elas:

  • O Rei: é a peça principal. Caso ele seja eliminado, o jogo acaba. Seus movimentos, porém, são limitados. O rei simboliza o verdadeiro líder humilde que delega funções e deixa que as façam sem interferir. O rei só entra no jogo, geralmente, ao fim, sendo o verdadeiro guardião do reino. Muitas escolas acreditam que o Rei simboliza Cristo, pois, uma vez que se perde essa peça, o jogo acaba, ou não há mais vida.
  • A Rainha: representa figura nobre feminina no reino. É a peça mais poderosa, pois pode se mover em diversas direções e quantas casas quiser e puder. Historicamente, os grandes reis sempre dependiam de uma grande rainha para tomar decisões e seguir em diante com suas batalhas. Reinos foram tomados em razão de uma Rainha, como no caso de Júlio Cesar e Cleópatra, por exemplo.
  • Os Bispos: Na Idade Média, o Bispo era o principal conselheiro da monarquia, sendo peça fundamental em diversas batalhas, como, por exemplo, no caso do Rei Filipe da França e do Papa Clementino, que se uniram para destruir os templários. No jogo, isso se torna bem emblemático, pois possui dois bispos. Um fica ao lado do Rei, “o aconselhando” e outro ao lado Rainha, com a mesma função.
  • Os Cavalos: A cavalaria de um reino sempre foi a principal arma de guerra. Remete às belezas das ordens de cavalaria como os Templários e os Hospitalários. Com um cavalo se vai mais longe, e se consegue atravessar melhor os obstáculos. Não é à toa que, no jogo, o cavalo, para se movimentar, pode pular peças sem encostar nelas.
  • As Torres: como eram suntuosos os castelos e palácios na Idade Média. Quando maior e mais luxuoso, mais poder a nobreza possuía. No jogo, as torres representam as moradas do Rei e os limites do reino, por isso as torres são as peças da ponta. Esotericamente, representa a matéria que, sem a qual, o homem não vive.
  • Os peões: a peça mais fraca do jogo. Representa a população simples que dava a vida pelo Rei amado. Se o peão chega ao final do tabuleiro do outro lado, ele recebe poderes. Esotericamente, representa que, se venceres o bom combate, poderá ser promovido por sua valentia e força.
Veja também. Significado do símbolo ->  Concha

Tatuagem de xadrez

A tattoo de xadrez, muito utilizada por homens e maçons, representa a dualidade da vida. Representa também que, muitas vezes, a vida é apenas um jogo, em que existem os dois lados, a luz e as trevas, e vence que conseguir se movimentar melhor e vencer os desafios.