Bandeira do Brasil

Como ocorre com a bandeira de qualquer país, a bandeira do Brasil simboliza a nossa história política de forma gráfica – ela é um dos símbolos que mostra o que une pessoas tão diferentes numa mesma população, ou populações diferentes habitantes de um mesmo território num mesmo povo e nação.

simbolismo da bandeira do brasil

Atualmente, cresce a consciência de que o significado das cores da bandeira do Brasil, conforme se aprende na escola, é uma construção histórica que reflete o processo de substituição da monarquia pela república.

Portanto, prepare-se para compreender melhor sobre a evolução da simbologia da bandeira do Brasil!

Simbolismo da bandeira do Brasil

Para entender como os significados em nossa bandeira evoluíram, primeiro é necessário entender um pouco da história da bandeira do Brasil.

O Brasil já teve muitas bandeiras, porém hoje elas não são consideradas oficialmente, porque remetem a quando éramos colônia de Portugal, ou seja, não representavam as ideias dos brasileiros sobre si mesmos. Portanto, as únicas que costumam ser consideradas são as duas últimas: a do Império, criada pelo pintor Jean-Baptiste Debret em 1822, e a da República, criada em 1889 e usada até hoje.

Na bandeira imperial, já apareciam os elementos atuais, com os seguintes significados:

  • Retângulo verde: a cor verde representava a família de Bragança, que era a que reinava em Portugal e da qual veio o monarca D. Pedro I.
  • Losango amarelo: a cor amarela era a da dinastia dos Habsburgos, que governava na Áustria, e dos quais descendia D. Leopoldina, primeira esposa de D. Pedro I. Além disso, o losango simbolizava a proteção da família pela mulher.
  • Circunferência azul e estrelas brancas: faziam parte do brasão do Império brasileiro, também criado por Debret, inspirado em brasões e bandeiras do exército napoleônico. Eram menos estrelas, sem o propósito de representar as então províncias – apenas contornavam o círculo azul. O brasão também era emoldurado por ramos de café e de tabaco, duas das culturas agrícolas mais importantes do Brasil na época. O azul era homenagem a Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Portugal, e o branco representava a paz.
Veja também. Significado do símbolo ->  Trovão

Os filósofos Raimundo Teixeira Mendes e Miguel Lemos conceberam as ideias por trás da nova bandeira, e o caricaturista Décio Vilares fez o desenho, a partir da bandeira imperial. Na República, os significados destas cores foram alterados da seguinte forma:

  • Verde: simboliza nossas matas.
  • Amarelo: simboliza nosso ouro e, por extensão, todas as nossas riquezas.
  • Azul: simboliza o céu no dia 15 de novembro, ou nossos céus e mares.
  • Branco: simboliza a paz, ou desejo pela paz.

As estrelas da Bandeira do Brasil

No momento da criação da bandeira republicana, o círculo azul que já existia virou uma esfera azul, que para os antigos romanos era símbolo do céu e da perfeição. As estrelas brancas, de cinco pontas e cinco tamanhos diferentes passaram a representar os então 21 estados da nação (20 estados mais o Município da Corte, equivalente ao Distrito Federal de hoje), e pela história oficial a disposição delas reflete como estava o céu às 20h30 do dia 15 de novembro, horário adotado como marco da República.

Veja também. Significado do símbolo ->  Romã

Há que se destacar a única estrela acima da faixa branca com o lema “Ordem e Progresso”: maior estrela da nossa bandeira, seu nome é Spica, e ela representa o estado do Pará, que na época era o maior estado brasileiro acima da linha do Equador. Em 1992, quatro novas estrelas foram incluídas, para os estados do Tocantins, Roraima, Rondônia e Amapá.

Também é preciso falar do lema “Ordem e Progresso”: ele foi inspirado na seguinte frase do filósofo francês do positivismo Auguste Comte: “O amor por princípio, a ordem por base e o progresso por fim”. Ele e as cabeças republicanas da época acreditavam que um país só seria capaz de proporcionar bem-estar aos seus cidadãos se ensinasse às crianças, desde o começo da sua vida escolar, a importância da obediência e o respeito à hierarquia, ou seja, o valor da ordem, de onde derivaria o progresso.

Importante: as palavras são sempre escritas em verde, não em preto.

Curiosidades sobre a bandeira do Brasil

A Lei 5.700 / 1971 regulamenta toda a conduta que se deve ter em relação à bandeira do Brasil: as dimensões para seu desenho e reprodução, onde pode ou não pode ser reproduzida, como e em que ocasiões deve ser hasteada ou arriada, como as pessoas devem se portar frente a ela, entre outras. Confira alguns desses procedimentos a seguir:

  • Ela deve estar presente em todos os órgãos públicos, e ser hasteada e arriada todos os dias (considera-se como horário de referência o hasteamento às 8h e o arriamento às 18h).
  • Escolas públicas e privadas devem hastear e arriar a bandeira ao menos uma vez por semana. O Ensino Fundamental deve ensinar sobre os símbolos nacionais, como a bandeira e o hino nacional.
  • Durante o hasteamento ou arriamento da bandeira, todos os presentes devem contemplá-la em posição de sentido. Não é permitido estar com a cabeça coberta por nenhum chapéu, exceção feita a militares.
  • No primeiro domingo de cada mês, é feita, pelas Forças Armadas, uma cerimônia de troca da bandeira da Praça dos Três Poderes (que é a maior bandeira do Brasil que existe).
  • Se uma bandeira estiver em mau estado, o procedimento previsto em lei é entregá-la a uma unidade da Polícia Militar, para que seja incinerada no dia 19 de novembro.
Veja também. Significado do símbolo ->  Borboleta