Fauno

símbolo fauno Fauno, basicamente, é o símbolo de um semideus e seu significado se relaciona com a cultura da fertilidade.

Antes de qualquer coisa, é importante dizer que Fauno se refere a três seres distintos.

  • Primeiramente, houve um rei em Lácio, região da Itália central, chamado Fauno;
  • Existem os faunos, que são criaturas da mitologia romana, cuja aparência é de corpo meio humano e meio bode, e que seriam descendentes do rei Fauno;
  • Existe, ainda, o Fauno marinheiro que, na mitologia grega, teria se apaixonado por Safo e obteve de Afrodite as armas de sedução e beleza para conquistá-la.

O rei Fauno advém da mitologia romana e seria o terceiro rei da Itália e neto de Saturno, concedendo assim sua natureza divina.

Diz a lenda que, em virtude das benfeitorias que teria feito a seu povo, após a morte ele teria se tornado um deus, representando as matas, florestas e campos. Logo, o simbolismo e a simbologia de Fauno foram trazidos à Idade Moderna e fazem referência à fauna que aprendemos na escola em relação à biologia das florestas e matas.

Veja também. Significado do símbolo ->  Boneco Daruma

Já os faunos seriam semideuses que seriam similares aos silvanos de Roma e aos sátiros dos gregos.

Na Grécia, em muitos festivais de Atenas dedicados ao deus Dionísio, deus do vinho e das orgias, em diversas peças teatrais chamadas de satíricas, os atores, em coro, se fantasiavam de fauno, realizando danças e tocando instrumentos musicais para celebrar para Dionísio.

fauno

O mito de Fauno se espalhou pelo mundo e pelas diversas culturas e foi representado em muitas manifestações artísticas, como na escultura de Praxíteles e em obras literárias do barroco e do renascentismo.

Veja também o significado dos símbolos Atena e Vinho.

Sincretismo do Fauno

Ao longo dos séculos, Fauno sofreu diversas mutações em seus simbolismo e figura após seu surgimento na mitologia romana. Naquele tempo, e como acontece até os dias de hoje, as culturas eram fundidas umas com as outras, trazendo novos elementos aos antigos personagens.

As fundições entre as culturas ocasionam grandes confusões em relação ao personagem Fauno e os mitos que ele está envolvido. Além de que os próprios romanos se apropriaram de deuses e personagens da mitologia romana, dando novas designações e novos nomes para eles. Ou seja, existiram diversos Faunos ao longo da história com nomes e características diferentes.

Veja também. Significado do símbolo ->  São Jorge

Pã era um deus grego que possui chifres na testa, barba de bode, tronco e braço de humano, e pés e cauda de bode. Simboliza precisamente a personificação da natureza e é temido por todas as criaturas que desejavam a atravessar uma floresta. Ele adora tocar flauta e é amante da música alegre, dançando e desfrutando dos prazeres da vida.

Silvano era o correspondente romano do deus grego Pã. Cultuado no norte da Itália, é um homem normal, com barba e não possui corpo de bode. Simboliza a fertilidade e é guardião das florestas.

Faunos e Sátiros

Muito confundidos, faunos e sátiros são figuras muito parecidas, mas não são a mesma.

Fauno representa um ser bípede, semideus descendente do deus romano Fauno, já mencionado. Possuem um corpo meio bode, meio humano e simbolizam as festividades e deuses alegres. Adoram festas, tocar instrumentos, beber e pode guiar viajantes pelas florestas.

fauno símbolo

Já os sátiros, possuem algumas diferenças. A principal delas é de que são de origem grega, enquanto os faunos, como dito anteriormente, de origem romana. Os sátiros são espíritos livres, mais espertos e barulhentos do que os faunos. Entre suas peripécias, eles adoram vinho, e correm atrás das ninfas com intuito de ter relações sexuais com elas. Eles possuem características diferentes para algumas lendas. Em uma delas ele é um ser pequeno, cabeludo e muito feio. Já em outras, ele se mistura com o fauno, e é um ser híbrido metade homem e metade bode. Os sátiros mais idosos são chamados de silenos.

Veja também. Significado do símbolo ->  Ômega