Ar

Ar é uma das matérias existentes na natureza que se apresenta no estado gasoso. O ar se conceitua como uma mistura de gases que são responsáveis por formar a atmosfera terrestre.

A composição do ar é extremamente sensível e as proporções das substâncias podem variar, no entanto, sabe-se que os principais componentes do ar são o nitrogênio e oxigênio (em maiores quantidades), enquanto o restante da mistura inclui ozônio, dióxido de carbono e alguns gases nobres.

símbolo do ar

Simbologia do Ar

O ar é um dos quatro elementos da natureza e serve para representar o mundo intermediário entre a terra e o céu. De acordo com as cosmogonias tradicionais, o ar é ativo e masculino, juntamente com o fogo, enquanto que a terra e a água são denominadas como passivas e femininas.

O simbolismo de ar tem associação com o vento e o sopro, por isso pode representar a:

  • Espiritualidade,
  • Liberdade,
  • Mudança,
  • Purificação,
  • Respiração,

O elemento ar também é um símbolo da alquimia, sendo demonstrado através de um triângulo dividido por uma linha horizontal. Para os alquimistas, o ar é quente e úmido e, por conta disso, sinaliza o sopro da vida.

Veja também o significado do símbolo Triângulo.

Em certas tribos nativas da América, os quatro elementos são as grandes forças primárias da criação – o símbolo de ar é a vida.

Como componente, o ar, conforme São Martinho, se classifica como um símbolo sensível da vida invisível, uma espécie de motor universal e um depurador.

Veja também. Significado do símbolo ->  Touro

A questão de simbolizar a sexualidade vem da responsabilidade do ar – por meio do vento – de polinizar as plantas.

Na sabedoria popular, o ar indica mudança, pois é um elemento que não é capaz de ser visto.

Já no esoterismo ismaelita, o significado de ar se refere ao princípio da composição e da frutificação, isto é, é o intermediário entre o fogo e a água.

Veja também o significado dos símbolos Fogo e Água.

Ar no hinduísmo

O ar é considerado um símbolo muito sagrado na religião hindu, sendo um dos tatwas (cinco elementos básicos da natureza).

No Hinduísmo, existe uma divindade primária importante dos Vedas – as escrituras sagradas desta religião – que representa o sopro vital, o ar, o vento, a purificação e a respiração, chamado de Vayu.

Vayu conta com uma gazela como forma de montaria, o que representa a rapidez. É descrito como uma divindade lutadora, destruidora, heroica e poderosa.

Nas histórias hinduístas, é narrado que Vayu entra em combate com outras cinco divindades (que fazem o controle das funções fitais) para saber qual delas é a maior. Mesmo com toda a disputa e com uma a uma das divindades afetando o corpo do homem, ele permanece vivo.

Quando Vayu está em sua vez da disputa, ele é capaz de retirar todas as outras divindades do corpo do homem, mostrando que é a base essencial para a vida.

Veja também. Significado do símbolo ->  Cabala

Nos rituais hinduístas, é possível encontrar o símbolo do elemento ar, podendo esta rem forma de incenso ou em representação de uma pena. Para os hindus, acredita-se que o ar possui poderes especiais ou que ainda seja um Deus maior.

Veja também o significado do símbolo Pena e Rosa dos Ventos.

Ar na mitologia japonesa

Descrito no Kojiki – conhecido como o livro mais antigo sobre a história do Japão – existem os Kami (divindades), como é o caso do Deus do Vento, chamado de Fujin.

Fujin é, portanto, o deus japonês dos ventos, retratado como um deus forte e musculoso, de pele vermelha, que veste uma pele de leopardo e carrega um grande saco de ventos em seus ombros. Quando a divindade abre a relíquia, uma rajada de vento sopra de maneira intensa sobre a Terra.

Como o Japão está localizado em uma área com alta probabilidade de tempestades e tufões, o deus Fujin é temido pelas pessoas, mas também extremamente respeitado.

Para a cultura japonesa, todos os deus fazem coisas boas e também podem acabar agindo desobedientemente.

Geralmente, o deus dos ventos é apresentado ao lado de Raijin, o deus do raio, do trovão e da tempestade. Ambas as divindades simbolizam a proteção e possuem ligação com o que é sagrado e com a natureza.

Veja também. Significado do símbolo ->  Real

Veja também os significados dos símbolos Raio, Trovão e Relâmpago.

Ar na cultura chinesa

Na cultura tradicional chinesa, o elemento chamado Qi tem como tradução “ar”, “força vital” ou ainda “fluxo de energia”, sendo esta força vital algo que faz parte de qualquer ser vivo. Seria um princípio básico da medicina tradicional da China, assim como de suas artes marciais.

O Qi é a representação da energia essencial que precisa ser trabalhada para que toda entidade viva consiga equilíbrio e boa saúde.

Ainda, o Qi é um conceito muito fundamental da cultura chinesa, sendo um termo que possui uma ampla definição ocidental de energia – no caso, distintos ideogramas com o mesmo som podem representar, em chinês, a energia do ar, dos alimentos e do pré-natal.

Existe também o Qi Celestial que não é proveniente da matéria. Para os antigos alquimistas chineses, o Qi era ensinado como a energia primordial que origina a matéria, isto é, é a energia quântica que ampara a matéria, é o “sopro do céu”.