Cruz Celta

Cruz celta é uma manifestação artística da cultura celta, principalmente dentro da Irlanda e da Grã-Bretanha, a partir do século VII.

A cruz celta é representada por uma cruz com um anel que faz uma interseção pela parte de trás da mesma. Ou seja, é uma cruz com um círculo mesclado a ela, sendo visível pelos seus quatro quadrantes.

A cruz possui braços iguais, mas o que a diferencia é justamente esse adorno pelo círculo.

Sua origem é anterior ao Cristianismo, pois ela já era utilizada antes mesmo de a cruz ser hoje o que ela representa para o mundo cristão. Há representações da imagem datadas de 5 mil a.C. Para muitos estudiosos, as suas origens são desconhecidas, mas é comum associar a figura com um símbolo solar, além de ter semelhanças com a suástica e com a cruz ansata.

Qual o significado da cruz celta?

A cruz céltica manifesta artisticamente a cultura dos Celtas e é comum associar esse objeto com a magia e espiritualidade.

O significado da cruz celta é a espiritualidade com o foco na criação.

Veja também. Significado do símbolo ->  Buda

Para estudiosos, o símbolo da cruz celta é usado para descrever o equilíbrio entre a vida e a eternidade, assim como a junção dos quatro elementos essenciais – a água, a terra, o fogo e o ar.

Atualmente, a cruz celta faz parte do Presbiterianismo, bem como das igrejas Batista e Anglicana reformadas. Para eles, esta cruz simboliza o nascimento, a morte e a ressurreição de Cristo.

Já antigamente, o círculo da cruz celta, para os pagãos, representava o sol. Hoje, ele representa a circularidade da vida, isto é, a renovação eterna.

As igrejas que usam a cruz celta mostram sua herança protestante, sua doutrina e identidade. Dessa forma, a cruz celta é a vida eterna no reino de Deus.

Aos neo-pagãos, a simbologia da cruz celta continua com a ancestral, sendo utilizada como um amuleto de proteção e também ajudar a pessoa a superar obstáculos. Ainda, ela pode indicar a fertilidade e a prosperidade.

Cruz celta na cultura céltica

Em suma, a cruz celta para a cultura céltica tem como interpretação a ligação com o espiritual, ou seja, ela é a conexão de tudo que faz parte da vida.

Veja também. Significado do símbolo ->  Arroba

Inclusive, a cruz celta é parecida com a Cruz de Amalfi, que também faz referência à ligação ao espiritual, ao renascimento e ao poder. Assim sendo, a cruz sempre possuirá associação com o divino.

É fácil de encontrar a cruz celta como emblema por boa parte da Europa, morada do povo celta, conforme estudiosos afirmam. A figura ilustra o culto e a adoração de tal povo para com a natureza.

Seu simbolismo representa como os celtas se renderam aos desígnios da natureza e de suas revelações, do equilíbrio e da eternidade na vida pelos elementos que compõem a natureza.

Esses elementos são representados na figura da cruz celta pelos quatro braços iguais. O círculo é o sol, que oferece a vida para tudo. A equivalência dos braços e o desenho perfeito do círculo demonstra a continuidade e o equilíbrio.

Para o povo celta, a essência da vida tem valor significativo.

Outras simbologias da cruz céltica

A cruz celta também aparece em outras culturas como um símbolo de variados sentidos.

Para os cristãos que fazem uso da cruz celta, a figura procura representar a força e a eternidade de Cristo, além da própria fé desta religião. O círculo, para eles, aponta o renascimento e singularidade da vida.

Veja também. Significado do símbolo ->  Filtro dos Sonhos

Tatuagem de cruz celta

A tatuagem de cruz celta tem como simbologia principal a adoração pela natureza, da representação do Sol e também para indicar o ciclo da vida eterna.

Entretanto, a maioria das pessoas que procura a cruz celta como tatuagem a vê como um símbolo de proteção e ligação entre o céu e a terra, o contato entre a vida e a morte.

O desenho pode sofrer variações, mas sempre conta com linhas entrelaçadas para marcar a união entre o material e o espiritual.