Minotauro

A lenda do Minotauro é uma das mais conhecidas e plenas de significados da Grécia Antiga. Dispõe de personagens inesquecíveis, como o próprio Minotauro, o labirinto onde vivia, Teseu, Ariadne, Minos, Dédalo, Pasífae. E oferece diferentes possibilidades de leitura, como a psicológica e a histórico-política.

simbolismo do minotauro

Quer saber mais sobre o simbolismo do Minotauro? Então, continue lendo!

Simbologia do Minotauro

O Minotauro era um ser com cabeça e rabo de touro e corpo de homem. O significado de “Minotauro” é “touro de Minos”, o que já remete à sua origem.

Minos era o rei de Creta, e pediu a Poseidon, deus do mar, que lhe enviasse um sinal de que ele conseguiria ainda mais poder. O deus concordou com uma condição: que o rei lhe sacrificasse o animal que ele enviaria. Minos aceitou e viu surgir, da espuma das águas do mar, um magnífico touro branco com chifres dourados. Não querendo sacrificá-lo, o rei preferiu juntá-lo ao seu rebanho e oferecer outro animal ao deus, na esperança de que ele não percebesse.

Furioso, Poseidon fez com que a rainha, Pasífae, se apaixonasse perdidamente pelo touro branco. Dessa união nasceu o Minotauro, que, além de ser motivo de vergonha para o monarca, trazia mais um problema de ordem prática: era extremamente forte e violento, e só comia carne humana. Desesperado, Minos recorreu a Dédalo para que lhe construísse um labirinto para esconder a criatura, feito de modo a realmente confundir quem entrasse nele, para que não saísse nunca mais.

Veja também. Significado do símbolo ->  Papagaio

Pouco depois do aprisionamento do Minotauro, o rei cretense obrigou Atenas a enviar sete rapazes e sete moças virgens para servirem de comida ao Minotauro, como vingança pela morte do seu filho na cidade. As versões divergem quanto à periodicidade: algumas afirmam uma vez por ano, outras a cada sete anos e outras ainda a cada nove anos.

Quando se aproximou o terceiro sacrifício, Teseu, príncipe de Atenas, se voluntariou para ir no grupo de rapazes a serem sacrificados, para matar o Minotauro. Chegando a Creta, ele conheceu Ariadne, filha de Minos, que se apaixonou por ele e, para ajudá-lo, lhe deu um novelo de lã, para ele ir desenrolando enquanto o percorre. E foi graças a isso que Teseu conseguiu também sair do labirinto, com os prisioneiros que ainda estavam vivos.

Esta lenda pode ser lida por pelo menos dois pontos de vista: histórico-político e psicológico.

Do ponto de vista histórico-político, ela reflete o momento em que a civilização de Creta, chamada minóica, invadida pelos dórios, perde sua importância, e Atenas toma seu lugar. Na prática, isso representou também a dominação da cultura matriarcal de Creta pela patriarcal de Atenas, onde os dórios se estabeleceram anteriormente. Um elemento importante dos minóicos era seu culto ao touro, símbolo do Sol e da fecundidade.

Alguns dos rituais provavelmente envolviam sacrifícios humanos, coisa que deixou de ser aceita pela cultura de Atenas a certa altura. Daí uma possível explicação para o posterior abandono de Ariadne por Teseu, uma vez que os dois não poderiam coexistir – Teseu foi o herói-fundador que enfeixou os gregos num só povo. Mas é importante lembrar que os minóicos exerceram muita influência sobre os dórios, que em muitos casos distorceram ou disfarçaram elementos dessa cultura com os quais não concordavam.

Veja também. Significado do símbolo ->  Lírio

Do ponto de vista psicológico, o que é o Minotauro? É preciso lembrar que ele refletiu diante de todos as vergonhas da família real: o fato de o rei ter tentado enganar um deus por causa da sua cobiça e a traição conjugal da rainha, que violou um importante tabu. Remete às nossas próprias trevas interiores, as quais um dia temos que enfrentar. Do contrário, elas só engordam, com outros crimes e pecados (os sacrifícios humanos), que são uma forma de manter o Minotauro escondido e adormecido, para que não saia do labirinto, do controle, e coloque o mundo externo em risco.

Levando em conta a origem do Minotauro, dá para associar com a brincadeira cretense  da tauromaquia, em que o participante se agarrava aos chifres do touro para dar um salto e cair montado nele, como se tivesse domado sua metade animal pelo uso da razão, o oposto da atitude de Pasífae. O Minotauro simboliza o mesmo que o Centauro, pois ambos são metade homem e metade animal (não à toa, algumas vezes ele foi representado ao contrário, com cabeça humana e corpo de touro).

Veja também. Significado do símbolo ->  Bruxas

Teseu é a nossa vontade de enfrentar o monstro, para que não aconteçam mais sacrifícios injustos. Do ponto de vista da jornada do herói, Minos representa o poder estabelecido que já caducou, contra o qual o jovem herói, em busca da posse de si mesmo, rebelar-se-á ao empreender sua jornada. No entanto, ele jamais sairia com êxito dessa missão sem o fio que Ariadne lhe deu, que simboliza a nossa inteligência, poder de intuição ou mesmo capacidade de entrega amorosa para resolver problemas sem ficarmos aprisionados por eles.

Pode-se igualmente pensar em Minotauro e Teseu, no labirinto do Minotauro e no fio de Ariadne para as armadilhas da vida prática, que também servem para nosso amadurecimento pessoal.

Tatuagem de Minotauro

O símbolo do Minotauro continua exercendo grande fascínio, principalmente entre os homens. Quem faz essa tatuagem costuma querer dizer que tem consciência do seu próprio lado de sombras, portanto não tem medo dele. Isso demonstra sua verdadeira força, muito além da física.