Sino

O sino é um dos objetos mais importantes nas cerimônias sagradas das mais diversas religiões do mundo, e mesmo em atos como meditação e yoga. Sua origem mais provável é na China, em data muito antiga e incerta, mas foi o povo indiano que descreveu o que representa o símbolo do sino com maior precisão.

De qualquer forma, seu objetivo, ao acompanhar cerimônias religiosas, costuma ser ligar o céu e a terra (e, às vezes, também o mundo dos mortos), convocar divindades e espíritos para presidir as cerimônias, afastar os espíritos maus ou a purificação ou liberação das energias da própria pessoa que o toca – e isto pode ser tanto num templo como na própria casa da pessoa.

símbolo de sino

Quer saber mais sobre o simbolismo do sino? Então, continue lendo!

O som dos sinos

O sino é um instrumento musical composto de:

  • Um idiofone de formato quase cônico: ou seja, o som é produzido pela vibração desta parte, sem tensão. Ela é feita de metal: a parte externa geralmente é de bronze, e pode também ser criada uma liga com cobre e outros metais, para apurar o som. Quanto maior o diâmetro da boca do sino, mais longe pode ressoar. Quando o sino é para enfeite, pode ser feito de vidro ou cerâmica.
  • Um instrumento de percussão, que pode ser a lingueta que pende para fora (badalo) ou um martelo que bate no idiofone ou barra suspensa por cordas (o que é mais comum nos sinos do Oriente).
Veja também. Significado do símbolo ->  Leão

A nota em que o sino toca é Si, que os místicos dizem ser a responsável pela conexão com o divino, e esta é uma das razões do seu efeito calmante. Esta nota também abre o chakra do coração. No Oriente, é importante tanto a pancada que produz a vibração (em japonês, atari) como o eco, que dura sete segundos (oshi), e o seu declínio (okuri); isso porque esta repercussão do som comunica-se com os chakras de quem ouve, abrindo-os e ajudando na purificação das energias, e mesmo das células.

Por tudo isso, o som dos sinos é relacionado à abertura de quem o toca e de quem o ouve para o plano espiritual, e à purificação de energias tanto das pessoas como do ambiente, seja espantando espíritos maus, seja possibilitando que a energia positiva flua melhor. Por isso, o sino pode ser usado para ajudar na cura de dores ou da insônia: segundo alguns místicos, basta tocá-lo onze vezes em cima do lugar onde dói ou em cima da cama.

O sino em algumas culturas

  • O sino na cultura chinesa: está relacionado aos tambores, e representa o barulho dos trovões.
  • O sino na Índia: eles estão muito presentes nos templos hindus. Quem entra deve tocar o sino pelo menos uma vez, para anunciar sua chegada aos deuses e purificar sua energia. Segundo eles, o som do sino é uma partícula do Om, que os iogues acreditam ser o som da criação do universo. Boa parte da simbologia do sino na Índia já foi explicada acima, muito dela relacionada ao hinduísmo.
Veja também. Significado do símbolo ->  Cupido

Veja também o significado do símbolo Om.

  • O sino no budismo: a principal referência de sino no budismo é o Japão, apesar da origem indiana dessa religião. Segundo a lenda, os primeiros sinos neste país foram trazidos da China, em 562 d.C. Hoje, é famoso por lá o tipo de sino conhecido como bonshō, usado nos templos budistas para marcar o tempo e para chamar os monges para os serviços litúrgicos. Representa um papel muito importante no Ano Novo Japonês e no festival de O-Bon: na primeira celebração, é tocado 108 vezes, para expurgar a humanidade das 108 tentações terrestres; na segunda, uma variação do bonshō, o ōkubo-ōgane, é pendurado em cima de um poço e tocado para chamar os espíritos do reino dos mortos para participar da festa; quando ela acaba, é dado o toque de recolher a eles por meio do sino de recolher, o okurikane.
  • O sino no cristianismo: pode ter herdado muito da simbologia do sino do budismo, pois começou a ser usado nos mosteiros, a fim de chamar os monges para as refeições. Depois seu uso se ampliou para as igrejas, a fim de chamar os fiéis para as orações – é bastante conhecido o fato de eles tocarem de manhã, à tarde e à noite, durante a oração do Ângelus, o que fica mais evidente em cidades pequenas e afastadas. Além desse chamamento à devoção, também tem como objetivo colocar as pessoas em alerta contra as armadilhas do demônio. Por tudo isso, é costume os sinos de uma paróquia serem abençoados pelo bispo e em nome de um santo padroeiro, numa cerimônia que espelha a do batismo. É também um símbolo natalino, por anunciar o nascimento de Cristo.
  • O sino no islã simboliza a voz de Deus, por representar a repercussão do poder divino.
Veja também. Significado do símbolo ->  Borboleta

Veja também os significados dos símbolos: